Dharma5 Blog

O Surpreendente Papel do teu Microbioma na Perda e Manutenção de Peso

Uma das coisas que mais gosto na dharma5 é quando introduzimos um tema para a nossa comunidade sobre o qual tenho praticamente zero conhecimento. 
 
Ao longo do ano de 2018 houve um tema que para mim foi uma verdadeira quebra de paradigma – o microbioma intestinal. 
 
Longe estava eu de saber todo o impacto que as cerca de 100 triliões de bactérias que vivem dentro de nós têm na nossa saude e que embora o seu principal objetivo seja regular a digestão, novos estudos mostram o seu impacto na saúde (emoções,  desejo sexual, níveis de energia, perda de peso, equilíbrio hormonal, entre outros).  

Ao criarmos o programa Bio Reset 21 – um programa que tem por objetivo fazer reset ao teu intestino e ao teu sistema imunitário, provocando a perda de peso e um aumento incrível dos teus níveis de energia – tivemos acesso a várias investigações sobre as diferentes bactérias do intestino e como podem alterar as quantidades de hormonas que produzes. 

Uma das investigações mais surpreendentes (para mim) estudou as bactérias intestinais de 77 casais de gémeos, onde um era obeso e o outro não.  

Esse estudo detectou que os gémeos obesos apresentavam bactérias intestinais diferentes daquelas que estavam presentes nos  irmãos não obesos.  
 
Ou seja, encontrou-se uma relação entre a obesidade e uma diversidade menor de bactérias intestinais, o que significa, simplesmente, que foram encontrados menos tipos de bactérias no intestino das pessoas obesas (podes ver aqui o estudo). 

Seguindo a mesma lógica, foram feitos outros estudos que demonstram que, ao se colocarem as bactérias intestinais das pessoas com obesidade diretamente no intestino de ratos, os mesmos, mesmo sem alterarem a sua alimentação, engordavam (ganhavam peso).  

Esse estudo sugere assim que as bactérias intestinais podem de facto ter influencia no peso das pessoas (1 –  2) e podem inclusive influenciar o modo em que as gorduras são absorvidas pelos teus intestinos — o que, pela sua vez, poderá afetar o modo em que a gordura é armazenada no teu corpo (aqui).

Estas bactérias também produzem substâncias que fazem reduzir a sensação de fome. 

Alguns destes estudos demonstram também que as diferentes bactérias intestinais podem afetar a quantidade de hormonas que produzes, e se te fazem teres fome ou sentires-te cheio e sem vontade de comer. 

Quando sabes fazer reset a esse microbioma no teu intestino, podes criar ácidos gordos de cadeia curta , reduzir os teus níveis de fome e com isso  a quantidade de comida que ingeres, reduzindo o peso. (demonstrado aqui). 

Em resumo, é importante saberes que cada vez mais existe a evidência de que entre muitas outras coisas, “as tuas bactérias” intestinais podem afetar: 
 
 
1) O teu peso e maneira como a gordura é armazenada no teu corpo 

2) O teu nivel de fome e cravings diários 

3) O nivel de energia que sentes ao longo do dia 

4) As tuas emoções e bom humor ao longo do dia 

Juntamente com muitos outros estudos, cada vez mais dados sugerem que a pílula de longa duração para o emagrecimento, pode ser encontrada alimentando o teu microbioma intestinal – os triliões de microorganismos que vivem em seus intestinos e seus respectivos genes. 
 
Para mim foi surpreendente descobrir como uma flora microbiana intestinal saudável pode ser a resposta para se conseguir ou manter um peso saudável. 

E, a um nível mais profundo, como pode aumentar os níveis de energia, regular processos infeciosos e ajudar a conseguir um sistema imune imbatível, uma saúde de ferro e contribuir para a longevidade. 
 
Todo um novo paradigma que introduzi na minha vida e que já está ao teu alcance! 

João Machado

João Machado