Dharma5 Blog

5 Exemplos de Objetivos de Vida Para te Motivar a Definir um já Hoje

Quantas vezes já pensaste nos teus objetivos este mês? E esta semana? E hoje?

Objetivos de vida são coisas que gostamos de estar constantemente a planear, definir e redefinir, como forma de garantir um futuro brilhante e feliz. Os objetivos podem ser abrir a empresa que sempre sonhaste, viajar pelo mundo de mochila às costas, ter 4 filhos em 4 anos, adotar um estilo de vida mais saudável ou enriquecer financeiramente.

Alguns objetivos são bem claros e específicos, outros são mais vagos. No entanto, se não tiveres pelo menos um objetivo em mente bem definido, dificilmente te verás a alcançar aquilo que queres para a tua vida.

Felizmente, este artigo fala sobre como definir objetivos de vida.

Como os objetivos que defines afetam o teu futuro

Nem todos nós temos a capacidade ou consciência para visualizar o futuro que desejamos ou o que nos fará verdadeiramente felizes, e que nos permita definir um plano bem estruturado com os nossos sólidos objetivos de vida.

Se não tens a certeza dos objetivos que deves definir, se o teu piloto automático circula a uma velocidade tão rápida no teu dia-a-dia que te faz esquecer deles, ou se te sentes somente confuso sem saber por que caminho seguir, podes descansar agora e despreocupar-te. Abaixo, deixamos-te uma lista com ótimas ideias que te vão ajudar a definir os teus objetivos de vida.

Já chega de estares a adiar uma vida melhor, a vida que tanto sonhas, porque simplesmente não consegues ajustar a tua bússola interna e alinhares-te com os teus objetivos. Diz basta!

Está na hora de tomares uma atitude e de transformares a tua vida para que a possas viver exatamente como desejas. E para isso, precisas dar verdadeira atenção aos teus objetivos até que eles se realizem.

Precisas definir objetivos para te manteres focado o tempo necessário para os alcançares. Precisas de um plano detalhado que te diga o que precisas fazer a cada dia de forma a que evoluas e te aproximes dos teus objetivos.

Todas as pessoas que são hoje bem sucedidas definem os seus objetivos desta maneira. Não se põem a tentar adivinhar o que pode ou não dar certo ou errado, enquanto investem o seu dinheiro.

Em vez disso, definem exatamente o que querem, criam a sua visão, estabelecem objetivos de vida, dividem esses grandes objetivos em pequenos objectivos e fazem um plano passo-a-passo para cada um deles. E adormecem, acordam e vivem os seus dias de acordo com o plano estipulado.

Os teus objetivos podem ajudar-te a elevar a tua vida a outro patamar, transformando-a numa vida mais feliz e com verdadeiro significado. 

Abaixo, está uma lista de extraordinários objetivos de vida para que possas começar já a melhorar significativamente a tua probabilidade de ter sucesso:

Exemplos de Objetivos de Vida

1. Encontra o que realmente gostas de fazer

A maioria das pessoas trabalha num emprego de que não gosta. Investem toda a energia para fazerem a mesma coisa (de que não gostam) 5 dias por semana. Vivem exaustos e quando chega a sexta-feira à noite sentem que podiam ter usado melhor o seu tempo e que nem forças têm tido para procurar por algo melhor.

No final da tua vida, vais poder olhar para trás e perceber muitas coisas que secretamente querias fazer, mas nunca fizeste. É aí que vais perceber que nunca pediste pelo que querias, nunca gostaste verdadeiramente de um dia de trabalho e nunca deste o melhor de ti.

Não deve existir pior forma de terminar a vida, pois não?

A boa notícia é que nunca é tarde para mudar e para encontrar a verdadeira vocação e transformá-la em algo mais.

Se já tens um hobbiepelo qual és verdadeiramente apaixonado, parabéns! Já encontraste a tua vocação. Investe todo o tempo que tens nela até a dominares. E partilha-a. Partilha as tuas ideias com o mundo, mostra às pessoas como podem fazer o mesmo, inicia o teu próprio negócio onde podes trabalhar a fazer o que realmente gostas. 

Se ainda não encontraste a tua verdadeira paixão, o primeiro objetivo da tua vida deve ser exatamente esse: encontrá-la. Olha com atenção à tua volta, volta à tua infância e repara nas coisas que mais te davam prazer. Sê honesto sobre o que gostas e o que não gostas. A tua vocação está bem mais próxima de ti do que imaginas.

2. Começa a cuidar de ti

A maioria das pessoas tende a cuidar mais dos outros do que de si próprios. Mesmo que tenham alguns hábitos saudáveis e até sejam orientados para o seu propósito,  negligenciam a sua saúde mental e espiritual. E a saúde física não significa nada sem elas.

Por muitos cuidados que tenhas com o teu corpo, nunca serás verdadeiramente saudável se não cuidares da tua mente e do teu ser espiritual. 

Deixa que este seja um dos teus objetivos pessoais: ter mais tempo para ti mesmo, para te cuidares, para teres mais calma, para parares de julgar, culpar, mentir ou exigir demasiado de ti.

Sê honesto. Vive em verdade. Se tens vontade de dizer “não”, diz não! Se tens desejos profundos suprimidos há muito tempo por medo ou vergonha, chegou a hora de dizeres “sim”. Diz sim a ti mesmo.

O autocuidado é um modo de vida.

Podes começar por escrever um diário e anotar todos os benefícios de saúde que este cuidado te traz. Medita à noite para esvaziares a tua mente antes de dormir. Inscreve-te numa aula de Yoga. Tira alguns minutos do teu dia para passear pelo parque e respirar ar puro, enquanto planeias os próximos passos que deves tomar na tua vida.

Pode passar por deixar o trabalho que não te faz feliz ou por te livrares de algumas pessoas tóxicas que te fazem sentir mal contigo mesmo. 

Perdoa-te. Aprende a perdoar-te por tudo o que não deu certo. É uma prática espiritual muito libertadora. Deixa de lado os erros do passado. Eles não moldam o teu futuro e se te mantiveres preso a eles, dificilmente conseguirás seguir em frente com a tua vida. 

Tudo isto vai ajudar-te a ficar mais forte e dar os passos certos na direção de uma vida melhor.

3. Contribui além de ti mesmo

Outro dos exemplos de objetivos de vida que vale a pena definir é dar. Porque é verdade, quanto mais dás, mais recebes em troca.

A triste verdade é que a maioria de nós vive de forma bastante egoísta: sentimo-nos bem e fazemos tudo para tornar a nossa vida confortável, mas isso também significa deixar de lado a felicidade daqueles que amamos e nunca considerar ajudar os que nos rodeiam.

Dar vai muito além de doar dinheiro ou até fazer voluntariado. Dar significa deixar de lado os teus próprios desejos e necessidades, por vezes, para que possas entregar-te e ajudar os outros. Além disso, está comprovado que ajudar os outros traz-nos uma sensação incrível de bem-estar, maior ainda que quando estamos concentrados em nós mesmos. 

Aqui estão alguns exemplos de coisas que podes começar a fazer:

  • Quando estiveres com alguém, ouve mais e responde da forma mais genuína possível
  • Dá conselhos quando necessário, incentiva os outros a tentar novamente após o fracasso, apoia-os e lembra-os de todo o seu potencial 
  • Ama e dá sem esperar receber o mesmo em troca
  • Compartilha o que tens sempre que podes
  • Doa coisas que não usas
  • Sê gentil com quem conheces
  • Procura por oportunidades de fazer coisas boas para os outros, seja ajudar uma senhora idosa a atravessar a rua, seja a dar um euro a um mendigo ou a não julgar quando alguém está a dar a sua opinião

4. Aproveita mais a tua vida

Este é provavelmente o objetivo mais importante.

Começa por definir o que significa para ti “aproveitar mais a vida”. O que gostavas de fazer mais para sentires que estás a viver verdadeiramente e a aproveitar tudo o que a vida te dá? Se o fizeres bem, vais perceber que por exemplo, passar mais tempo com a tua família é algo muito importante para ti e fazê-lo mais vezes vai fazer-te sentir feliz e abençoado todos os dias

Se os teus objetivos estão mais relacionados com a tua carreira, podes desafiar-te a ti mesmo, assumindo mais responsabilidades no trabalho, a fazer horas extra, trabalhando mais em casa e a construir novos skills.

Passem os teus objetivo de vida por ter mais tempo para a família, ter mais sucesso na carreira, ou até viajar pelo mundo, o objetivo mais importante que deves estabelecer é ser mais feliz, independente do que isso significa para ti. 

5. Abandona a tua zona de conforto

Ouvimos muitas vezes dizer que nada de extraordinário acontece se não arriscarmos e sairmos da nossa zona de conforto, seja ela física ou mental. E é verdade. O que achas que pode acontecer de novo ou de incrível se não te atreves a espreitar e arriscar dando o passo que tanto queres dar?

Viajar é uma forma de sair da rotina e explorar tudo à nossa volta. Ao viajar, estás a colocar-te num ambiente totalmente novo para ti. Repara como te sentes. Aprendes a moldar-te, a tornares-te mais adaptativo e a crescer de inúmeras maneiras.

Sair da tua zona de conforto também pode significar deixar o emprego e mudar de área ou terminar uma relação amorosa para poderes ficar sozinho e para te conectares contigo mesmo.

Abandonar a tua zona de conforto significa fazer algo que sempre quiseste fazer, mas que nunca tiveste coragem.

O momento certo não existe. Arrisca mais. Embarca numa aventura sem planear nada. Toma uma grande decisão rapidamente e aproveita ao máximo. Começa a falar abertamente sobre ti mesmo sem medo de julgamentos. Esta é uma maneira excitante e fantástica de viveres a tua vida!

O desafio de hoje é defines um destes objetivos de vida antes que o dia termine. Não deixes para mais tarde. Não adies a tua vida, a tua felicidade. Já fizeste isso vezes demais e não deu certo. 

Agora que aprendeste a definir objetivos de vida, anota neste preciso momento o teu objetivo. Ao fazeres isso, estás a aumentar tuas chances de alcançá-lo mais depressa.

Faz um plano, define os primeiros passos e começa já amanhã a agir de acordo com o plano que traçaste. Acompanha o progresso e sente-te bem quando perceberes que correu como esperado. Deixa que isso te motive a continuar.

Já estás empolgado para começar? Este pode ser o momento perfeito para transformares a tua vida e alcançares tudo o que queres e precisas. 

Então, que objetivo vais definir hoje?